Linha de crédito: saiba o que é e como conseguir uma para a sua empresa!

Acesso a capital é um dos principais desafios de empresários e novos empreendedores. É o que mostram os Indicadores de Demanda por Crédito, levantados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), divulgados em 2019. Cerca de 34% dos micro e pequenos empresários consideram difícil contratar linhas de crédito para empresas em razão do excesso de burocracia, exigências dos bancos e altas taxas de juros.

O que muitos não sabem, porém, é que além das instituições financeiras tradicionais, existem dezenas de  modalidades de crédito para viabilizar desde a abertura até o impulsionamento do negócio, principalmente por contar com taxas de juros mais acessíveis e bons prazos para pagamento. Veja a seguir. 

Confira a seguir as principais linhas de crédito para empresas disponíveis no mercado e avalie qual alternativa irá suprir as demandas do negócio sem impactar a sua saúde financeira.

Empréstimo com garantia

Como o próprio nome indica, no empréstimo com garantia o interessado apresenta um bem à instituição financeira para assegurar o pagamento das parcelas. Entre as modalidades mais comuns estão o empréstimo com garantia de veículo e o empréstimo com garantia de imóvel, também chamado de home equity.

Tendo em vista que o empresário oferece uma garantia de pagamento, as chances de inadimplência diminuem. Dessa forma, é possível oferecer juros mais baixos do que em outras modalidades de empréstimo e prazos mais longos para pagamento. 

Financiamentos

O financiamento, diferente do empréstimo, é um crédito cedido com uma finalidade específica e definida em contrato, como a compra de um imóvel, veículo ou equipamentos. As condições do crédito variam de acordo com o agente financeiro, sendo possível financiar de 80% a 100% do bem e o prazo de pagamento pode chegar a até 60 meses. 

Esse tipo de crédito pode ser contratado por empresários de grande a pequeno porte,  diretamente em bancos e agentes financeiros especializados. As taxas de juros mensais variam entre 2% e 7% ao mês. Portanto, é sempre válido pesquisar e comparar as condições oferecidas antes de fechar negócio.

Crédito para capital de giro

Este tipo de crédito está disponível para atender diversas necessidades do fluxo de caixa das empresas, como o pagamento de salários, fornecedores e aluguel, por exemplo.

Diferentemente do financiamento, neste caso não é necessário explicar a finalidade do empréstimo no momento da solicitação. Além disso, é possível optar pelo pagamento bimestral, semestral ou integral após o fim do contrato.

No entanto, esse tipo de crédito é indicado para demandas de curto prazo, visto que o prazo médio de parcelamento costuma ser de 12 meses. É possível contratar o crédito diretamente na instituição financeira na qual a empresa possui conta corrente ou em empresas especializadas em crédito empresarial. Em todo caso, é sempre válido comparar as taxas de juros e condições ofertadas.

Peer to peer

O Peer to peer (P2P) é uma linha de crédito para empresas que conecta tomadores de crédito a investidores por meio de plataformas digitais. Dessa forma, é possível que investidores – que podem ser pessoas físicas ou jurídicas – emprestem dinheiro diretamente para a empresa, ou seja, a operação não depende de um agente financeiro.

A verificação do risco consiste em checar o perfil financeiro de quem tomará o empréstimo. Os investidores podem fazer a disponibilização total ou parcial do valor a ser emprestado. Isso permite o compartilhamento do risco da operação.

Antecipação de recebíveis

Esta modalidade de empréstimo online permite que a empresa receba os lucros de forma antecipada. O processo costuma ser menos burocrático e é utilizado por empresários que ainda não têm capital de giro. 

Como esse crédito antecipa os pagamentos que a empresa já vai receber, os pagamentos em questão funcionam como uma garantia, o que se reflete em juros mais baixos e em um crédito mais barato e acessível. Por outro lado, essa é uma alternativa de curto prazo, indicada para cobrir despesas mais urgentes do negócio.

Para fazer a solicitação, basta procurar um agente financeiro que oferece essa alternativa de crédito, como bancos, financeiras, factorings (empresas de fomento mercantil), fundos de investimentos em direitos creditórios (Fidc), operadoras de cartão de crédito e fintechs de crédito especializadas.

Cooperativas de crédito

As cooperativas de crédito oferecem produtos de crédito semelhantes a um agente financeiro comum, como cartões de crédito, financiamentos e empréstimos para capital de giro, com o objetivo de promover o desenvolvimento regional por meio do próprio interesse da comunidade. 

Elas possuem isenção de  tributações como CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), PIS (Programa de Integração Social) e Cofins, visto que são uma organização sem fins lucrativos, o que garante melhores condições de crédito.

Para garantir o crédito é preciso fazer parte da cooperativa e realizar a compra de uma cota, que costuma ser de aproximadamente 100 reais, bem como participar das decisões em assembleias como sócio.