Como vender suas coisas sem uso?

Você pode nem perceber, mas sempre tem coisas guardadas, empoeiradas, sem uso, que ocupam espaços em sua casa e podem ser convertidas em dinheiro! Olhando bem e revisitando mentalmente quando foi que se utilizou de cada uma de suas roupas ou ferramentas, por exemplo, vai perceber que imobilizamos muito dinheiro em objetos que possuem pouco uso e podem ser facilmente vendidos com as dicas que reunimos aqui.

Livros que já foram lidos, roupas de festa com pouquíssimo ou nenhum uso, uma infinidade de sapatos e casacos para cada estação, ferramentas para usos muito específicos que jamais saem da caixa. Tudo pode ser convertido em dinheiro, fazendo circular os recursos, reduzir o consumo, liberar espaços em casa, economizar e poupar. O bolso e a natureza agradecem! 

Então vamos lá dar uma olhada nesta listinha criada especialmente para te ajudar a desapegar das coisas e melhorar sua saúde financeira! 

Venda livros usados

livro sobre mesa

Livros são itens de muita importância para adquirir conhecimento, no entanto, há quem diga que livros impressos estão ficando e que você pode trocar a sua prateleira física por um arquivo virtual sem gastar a mais pra isso. E-books chegaram para ficar e os livros de papel vão perdendo espaço.

Uma vez lidos, os livros geralmente se acumulam em seus armários e estantes e jamais serão relidos. Para dar fim no seu estoque de livros usados, conte com plataformas como a Amazon, a Estante Virtual e o Container Cultural que podem te dar uma mãozinha!

Venda itens de vestuário, sapatos e acessórios

mulher sentada no chão cercada de sapatos

Sabe aquele vestido de festa e aquela camiseta florida que você nunca usou, e todos os outros itens que se acumularem nos seus armários? Venda-os em sites como o Enjoiei e Repassa. Vale vender aquelas roupas de ginástica que você nunca usou, o jeans que não serve mais, o relógio de marca que ganhou de presente e até mesmo as joias que você nunca tem oportunidade de usar. Não fique mais aguardando aquele frio que nunca vai chegar, aquela oportunidade de praticar esportes que você nunca vai criar e aquela festa de casamento para a qual você jamais seria convidado. Desapegue!

Se você tiver a sorte de ter produtos de luxo para vender, há também sites para a venda de produtos das marcas mais cobiçadas como o Resolvi Desapegar e o Etiqueta Única. Ali você pode anunciar peças e encontrar o público certo para as bolsas, sapatos e acessórios Gucci, Louis Vitton, Prada, Chanel, Dolce e Gabana e tantas outras que fazem a cabeça e esvaziam os bolsos de um público que não se importa em gastar milhares de reais em objetos de consumo e desejo.

Há sempre também a opção de buscar por brechós e lojas de produtos de segunda mão aí mesmo perto de sua residência ou trabalho. Afinal, todo mundo conhece pelo menos um daqueles famosos “topa-tudo”.

Venda seus aparelhos encostados

mulher com muitos utensílios domésticos

Se você é do tipo de pessoa que curte tecnologias e cujos olhos brilham a cada lançamento de produtos inovadores, essa dica é pra você. É Todos conhecemos pelo menos uma pessoa que se encanta com as novidades e compra por impulso aparelhos que vão se acumulando em sua casa sem muito uso. Uma bicicleta ergométrica, uma máquina de fazer pão, aparelhos de som, TVs, videogames, aparelhos celulares de gerações passadas, computadores, máquinas de cortar cabelo e barbear, venda tudo fazendo anúncios em plataformas como Olx e Mercado Livre que te ajudam a vender de quase tudo.

Vender os aparelhos sem ou com pouco uso pode até te ajudar a investir em um aparelho mais moderno e que atenda melhor às suas necessidades. Então a regra é não acumular e sempre repassar os eletrônicos que foram ficando obsoletos.

Depois de vender, policie-se para não cair na mesma armadilha e não se deixe novamente seduzir por promessas de produtos inovadores que, ao invés de poupar tempo e esforço, acabam por destruir a sua poupança. 

Venda seus móveis

casal comprando móveis

Muitas vezes “entulhamos” os cômodos da casa com móveis para guardar coisas que jamais usaremos e insistimos em manter em casa. Não é necessário adotar um estilo de vida minimalista, mas quanto menos coisas tiver, mais espaços você terá e menos necessidade de armários e outros móveis para guardar tudo. Panelas velhas, roupas que não servem mais, documentos antigos que podem ser digitalizados e destruídos etc, tudo ocupa um espaço precioso dentro da sua casa!

Para desapegar de móveis, valha-se das plataformas como Olx e Mercado Livre, mas também daquelas lojas do comércio local conhecidas como “topa-tudo”. Procure em seu bairro e se livre das mesas de cabeceira, móveis de cozinha e área, cadeiras e tudo mais que deixa a sua casa entulhada.

Por fim, fique atento às seguintes dicas de consumo consciente: compre somente aquilo de que realmente precisar, não compre por impulso, tenha menos coisas em casa e desapegue-se do que não tem mais uso vendendo ou até mesmo doando o que puder para quem precisa.

Siga acompanhando nosso blog para mais dicas e informações sobre finanças, educação financeira, investimentos e muito mais!