Conheça a TAESA (TAEE11)

Conhecer as empresas da Bolsa de Valores é fundamental, especialmente porque é por meio dos dados que elas nos fornecem que podemos tomar decisões mais acertadas e evitar prejuízos. 

Hoje vamos falar de uma das maiores empresas do setor energético do país: a Taesa. Ela possui mais de 39 contratos de concessão garantidos pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e possui linhas de transmissão em torno de 14 mil quilômetros espalhados por todo o território nacional.

Continue a leitura e fique por dentro do essencial sobre a Taesa, empresa do setor elétrico que provavelmente você já ouviu falar.

Sobre a Taesa 

A Transmissora Aliança de Energia Elétrica S/A – TAESA, negociada na Bolsa de Valores sob os códigos TAEE3, TAEE4 e TAEE11, é uma das maiores empresas do setor energético em operação no Brasil.

A empresa conta com mais de 14 mil quilômetros de linhas de transmissão espalhados por 18 estados brasileiros e contando com 39 concessões outorgadas pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o que faz com que tenha presença nas cinco regiões do Brasil.

Além disso, a Taesa pauta suas operações tendo como fundamento a responsabilidade socioambiental, tendo como objetivo o desenvolvimento sustentável das gerações atuais e futuras.

História da Taesa

Como muitas empresas sólidas do mercado, a Taesa não nasceu por si mesma. A sua origem está atrelada à empresa italiana Terna S.p.A. Essa empresa do setor elétrico assumiu a concessão de duas empresas em 2003, a Novatrans e a TSN.

A partir de 2006, essa empresa decidiu criar uma holding para melhor poder controlar essas concessionárias. Foi assim que a Terna Participações S/A surgiu. A partir de 2009, após ser vendida para a FIP Coliseu e a CEMIG, a holding mudou de nome. Desta vez, passou a ser chamada Transmissora Aliança de Energia Elétrica S/A.

Entre os anos de 2003 e 2009 a Taesa pôde expandir o seu campo de atuação no Brasil. Com isso, ela foi crescendo cada vez mais até chegar ao ponto de estar presente nas cinco regiões do território nacional.

A Taesa realizou o seu IPO (Oferta Pública Inicial) em 2006 — período em que ainda estava sob o controle da Terna S/A. Depois, quando a empresa foi vendida para a FIP Coliseu e CEMIG, a empresa realizou mais dois IPOs, um em 2010 e o outro em 2012.

Produtos e serviços disponibilizados pela Taesa

A principal atividade da Taesa está vinculada à transmissão de energia elétrica. Como dito anteriormente, a empresa está presente de norte a sul e de leste a oeste. Isso dá um total superior a 14 mil quilômetros de linhas de transmissão, no perímetro de 18 estados da federação.

Além disso, a empresa tem contratos de concessão que duram mais de 30 anos outorgados pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), totalizando o número de 39. A Taesa ainda conta com a operação de mais de 90 subestações por todo o país.

Ações da Taesa

Características das ações:

  • Segmento de Listagem: Nível 2
  • Tag along: 100% ON, 100% PN e 80% UNIT (tag along é um mecanismo de segurança para os acionistas minoritários, ele garante que em caso de venda da empresa, por exemplo, o acionista tenha um percentual garantido.)
  • Free Float: 63,4% (percentual que representa o número de ações em “livre circulação”, ou seja, que podem ser livremente negociadas.)

O setor elétrico no Brasil

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) é o órgão regulador do setor no país. É por meio dela que as as três grandes frentes (geração, transmissão e distribuição de energia) são controladas.

Isso quer dizer que todas as empresas públicas e privadas do setor elétrico precisam passar por ela; só é possível conseguir a concessão para operar em determinada região do país, por exemplo, se a Aneel permitir.

Assim como a Taesa (TAEE11) existem outras empresas na Bolsa de Valores. Algumas focam na geração, outras na transmissão e outras na distribuição (área considerada um pouco mais complicada pelos investidores do setor).

A lista a seguir inclui algumas empresas do setor elétrico:

  • Engie (EGIE3);
  • Energisa (ENGI3);
  • AES Brasil (TIET11);
  • Eneva (ENEV3);
  • CPFL Energia (CPFE3);
  • Equatorial (EQTL3);
  • Alupar (ALUP4);
  • ISA Cteep (TRPL4);
  • EDP Energias (ENBR3).

A Taesa é uma boa escolha de investimento?

A Taesa é uma das empresas com o maior número de linhas de transmissão atuantes no Brasil. Isso dá a possibilidade de exposição ao setor elétrico e se beneficiar, caso tenha interesse no setor.

Apesar disso, assim como qualquer outra empresa listada na Bolsa de Valores, é fundamental fazer uma análise mais aprofundada, especialmente uma que traga números sobre lucro líquido, números de cotas negociadas, particularidades do setor elétrico e, talvez o mais importante, como a empresa enfrenta os momentos de crise.

No final, a sua decisão deve ser baseada naquilo que você tem como parâmetro e filosofia de investimentos.