Como escolher um banco digital?

Já ouviu falar em bancos digitais como alternativas aos grandes bancos, tradicionais e estabelecidos? Se não ouviu, conheça agora o que são os bancos digitais.

Se já ouviu, veja aqui como se orientar para realizar a escolha do melhor banco digital para o seu perfil.

O que são bancos digitais?

Bancos digitais surgiram como uma alternativa aos grandes bancos, tradicionais, com métodos consolidados de atuação no mercado, com a promessa de redução de burocracia e das taxas muitas vezes consideradas abusivas praticadas pelos bancos estabelecidos.

É bem verdade que os grandes bancos tradicionais estavam bastante acomodados com suas respectivas fatias de mercado e que, por isso, já não se importavam mais em cobrar altas tarifas e prestar péssimos serviços aos seus clientes.

Neste cenário é que surgem os bancos digitai com a promessa de redução de custos e burocracia para abertura de contas, uma gama de serviços digitais que atendem à grande maioria da população e muito mais agilidade e leveza em suas manobras de mercado, além de, claro, muito mais velocidade na resposta e interação com os clientes. No mundo atual não existe mais espaço para exigir que o cliente se dirija à sua agência para, após aguardar algumas horas na fila, resolver um problema que seria resolvido por um simples telefonema ou mensagem de texto.

Neon, Nubank, Original, C6, Next, Inter, BS2, Pagbank, são alguns dos bancos digitais que surgiram nos últimos anos e que oferecem várias vantagens aos novos correntistas.

O modo como nos relacionamos com as instituições financeiras está mudando e deixando para trás a forma engessada e hierarquizada com que os clientes eram tratados, especialmente em suas necessidades financeiras.

E nem pense que os novos bancos não são atrativos por não oferecerem a segurança dos bancos tradicionais. Mesmo que não tragam a mesma sensação de segurança dos grandes bancos, o dinheiro investido em bancos digitais tem garantia do Fundo Garantidor de Crédito para o valor de até R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) por CPF, atraindo novos correntistas e investidores.

Além disso, não tenha dúvidas de que houve massivo investimento em tecnologia para implementar serviços de alta performance para os clientes com diversas camadas de segurança aptas a proteger tanto o banco quanto o cliente. Vale lembrar que os bancos digitais reduziram sobremaneira os custos com espaços físicos e, por isso, possuem uma grande capacidade de investimento em tecnologia e segurança.

Quais serviços são oferecidos?

A maior parte dos bancos digitais oferecem serviços comuns como oferta de financiamentos, crédito pessoal, empréstimos consignados, cartão de débito e crédito e até com taxas mais atrativas muitas vezes. Também disponibilizam comumente opções e produtos para quem quer poupar e investir, emissão de boletos, seguros e planos de previdência privada.

Vários deles oferecem vantagens adicionais não praticadas pelos grandes bancos como cashbacks para compras com parceiros ou em certas condições. Há também interessantes programas de premiação e pontuação. Alguns oferecem ainda serviços de recarga automática de celular, operações de câmbio, tags para pedágio e estacionamentos e até mesmo contas em moeda estrangeira.

Não há, no entanto, em geral, oferta de atendimento presencial em agências, possibilidade de abertura de contas poupança, oferta de consórcio ou disponibilização de home broker. Como alternativa às contas poupança, os bancos digitais costumam remunerar o dinheiro disponível na conta em um percentual do CDI (normalmente 100% do CDI) com a finalidade de cativar e atrair clientes com poucos investimentos ou pouco capital disponível para investir.

O atendimento dos bancos digitais também costuma ser de melhor qualidade, já que se tratam de empresas modernas, com atendimento ágil e preparado para solucionar os problemas dos clientes sem as conhecidas longas e intermináveis ligações telefônicas. Além disso, os bancos digitais costumam disponibilizar outros canais de atendimento como o whatsapp e chatbots muito bem configurados e dotados de inteligência artificial que costumam resolver os principais problemas dispensando o atendimento pessoal .

E os saques, como realizá-los? Os saques de valores de contas mantidas junto a bancos digitais pode ser feito a partir de caixas 24h, geralmente disponíveis em locais de grande circulação nas cidades. Mas atenção: alguns bancos digitais oferecem saques gratuitos e outros cobram taxas por saque.

Atenção aos custos

Esta é a dica mais importante e determinante na escolha da instituição financeira que vai abrigar suas economias.

Atenção: não é porque são digitais que os bancos digitais não possuem custos! Fique atento aos valores cobrados pela cesta de serviços, taxa de manutenção de conta, saques, transferências eletrônicas, juros para empréstimos e créditos, juros de cheque especial, juros do cartão de crédito para faturas vencidas ou com pagamento mínimo, taxas de custódia, dentre outros.

Corretoras não cobram custos para manter o dinheiro em conta, mas o dinheiro só estará protegido a partir do momento em que você realizar um investimento.

Desconfie de benefícios e vantagens oferecidas para que você permaneça onde está.

Deixe um comentário contando sobre a sua experiência com bancos digitais e siga o nosso blog para mais dicas e informações sobre investimentos e educação financeira. Até a próxima!!